PROFESSOR WALMIR BAHIA - ENGLISH 1




Categoria: INFORMAÇÕES
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 16h53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pesquisa para você fazer

TRABALHOS PARA AVALIAÇÃO (P/ NOTA) [AQUI]

 

 

 CONVERSANDO COM ALUNOS.

PESQUISANDO

UMA VAGA NO MERCADO DE TRABALHO

Em equipe de cinco alunos, vocês deverão pesquisar em

 outros sites,

 que fica bem ao seu lado direto do computador,

 e retirar as características das profissões,

mais solicitadas nestes  sites pesquisados.

Observação:

1- Cada aluno escolherá uma profissão para fazer

 um comentário  num local aqui no blog determinado.

Este comentário deve ser sintético, resumido

em no máximo 20 palavras e no mínino 10.

Claro que não precisa você contar as palavras é uma média.

Você pode escrever mais do estabelecido.

2- Lembrem: são 5 alunos e cada um deverá postar o seu

comentário. Inclua seu nome completo,

seu número na caderneta e sua turma e série. Boa sorte.

AVALIAÇÃO

50 % DA NOTA PELA PUBLICAÇÃO NO COMENTÁRIO

25% DA NOTA PELA A PRESENTAÇÃO NA SALA DE AULA 

25% ELABORAÇÃO DE UM CURRÍCULO

 CANDIDATANDO-SE A UMA DAS VAGAS.

ATENÇÃO - ADVERTÊNCIA

PARA O CURRÍCULO

APENAS O SEU NOME DEVE SER REAL,

 O RESTANTE DEVE SER FICTÍCIO,

 POIS É UM TRABALHO ESCOLAR

VOLTAR? CLICK AQUI.

 



Categoria: EXERCÍCIO
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 16h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




GREVE DOS PROFESSORES

 

GREVE DA REDE ESTADUAL DE ENSINO.

O governador Wagner usando do "não dialogo com grevista"

 está punindo a juventude baiana.

Está sepultando suas origens e abraçando o capital,

o qual serve aos grandes grupos de opressão e causando todos

os males de nossa sociedade. Ao pensar como o capital,

 o governo, está unicamente

auxiliando na construção de uma sociedade desigual.

Uma sociedde que não permite o filho do trabalhador a pensar numa vida melhor.

 A atitude de soberania causa, não apenas espanto, mas acima de tudo

uma doença incurável: a descrença.

Descrença que coloca em jogo o pensamento democrático do debte,

 que leva as pessoas de bem na não crer em nehuma hipótese de mudança,

 pela via do voto.

O voto como arma de mudança democrática vai se diluindo em nuvens escuras,

 de modo que abre espaço para os adoradores das desordem

perpretarem o infortúnio e o tumulto social.

Como líder, assim se pensou a grande maioria de

eleitores que o levou a vitória no primeiro turno,

deveria ter atitude de Gand,

desejo de Jesus e vontade Gobartchov.

 Seres humano e um divino que derão o seu melhor em proveito da vida.

 Que com orgulho e sinceridade contribuiram para melhorar o índice de humanidade.

 Governador Wagner muitos se dizem líderes, governantes e até deuses;

porém poucos se tornam contribuintes para mudar a história.

 Pouquíssimo tem a coragem de olhar com o olhar da autoridade e não da arrogância.

Se desejamos um Brasil melhor é urgente

investir nos filhos dos trabalhadores,

porque os filhos dos ricos já possuem

 todo o apóio necessário e supra-necessário.

Investir nos mais humildes é produzir esperança,

reduzir a marginalidade, a criminalidade. É levar jovens a sair das sinaleiras,

 das valas das drogas, da prostituiçaõ para se alimentar.

Será que o miserável é porque gosta de sê-lo, ou é fruto de uma nação

 e de um estado que vê saúde e educação como gastos.

Qunado deveria vê-los como investimentos no homem e na mulher,

 na criança e no idoso, ou seja na população.

 Isentar grandes grupos de imposto o estado faz.

Dar educação, segurnaça, moradia e saúde o estado não tem recursos.

Financiar festas e cia o poder público pode.

Financiar e investir em educação, segurança, saúde, previdência;

 o discurso se repete seja qual for o governo: "não a recurso disponível"  

OPINIÃO

CRÍTICAS E SUGESTÕES [AQUI]

MENUS

_[NOSSAS AULAS] _[ ENCONTRE TUDO]_[FOTOS]_[APROVADOS]_[VOLTAR]_



Categoria: CONVERSANDO COM PROFESSOR
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 16h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




VIOLÊNCIA

TV E VIOLÊNCIA NA ESCOLA.

Estava eu na casa de minha irmã, tendo ao lado meu sobrinho,

Isaac de dez anos conversando coincidentemente a cerca da educação pública

 e problemas no dia-a-dia de uma escola. Ele como é normal dos pré-adolescentes

 dessa idade estava atento ao papo. A televisão estava, também, fazendo companhia;

sendo que a diferença é que ela, claro a tv, não nos dava a menor atenção,

com a prepotência de unicamente impor, sem o retorno devido.

 

Ao acabar um comercial, adentrou abruptamente uma novela,

creio que das 18h, acredito, com uma

 cena em que um aluno agrediu uma garota.

Esta começou a chorar, nenhum aluno foi ao seu socorro,

 se não me falha a memória,

apenas a diretora foi enfrentar o determinado aluno,

o qual partiu para diretora de maneira ameaçadora,

ditando que era ele quem efetivamente mandava na área

e que a diretora estaria, assim dizer “tirando onda”.

Ou seja, como que ela devesse ficar na dela, pois ele seria a autoridade,

 ou seja, o “top cat”, o manda-chuva, o dono da área. Meu sobrinho atônito,

sabendo que sou professor, logo perguntou: “Meu tio na escola é assim?

Quem manda  são os bagunceiros? A escola é toda pichada assim?”

Tratei de tranqüilizá-lo consoante ao fatos, explicando para ele que se tratava de uma obra

de ficção, ou seja uma novela, e que em parte  acontecia; porém isso em grandes conglomerados urbanos,

é fato que não usei um vernáculo pomposo.

Mas voltando ao que dizia fiz fê-lo que só em grandes cidades,

contudo que ele descartasse o fato. De pronto, minha irmã, tratou de usar o poder do controle remoto e

trocou de canal. Ligou o computador e colocou-o em jogos educativos.

Do exposto, fica uma reflexão de que prá que a Tv Globo

 produz uma novela com tamanha violência,

 sabendo que o público teen está antenado na tv, principalmente,

que a população em massa assisti as novelas, ainda mais em um horário inadequado.

Os dirigentes e idealizadores globais não pensaram na responsabilidade

 que têm perante a juventude nacional, certamente os interesses são outros.

Concordo que é uma obra de ficção, já disse acima, entretanto a questão é

 porque não se faz uma obra de ficção, tal qual a Globo apregoa, “amigo da escola”.

 Indubitavelmente, a emissora contribuiria se fizesse uma novela de caráter educativo,

 buscando resgatar o aluno da escola pública.

E não venham dizer que é difícil, pois os americanos quando quiseram minimizar

o racismo usou a tv como meio para isso como, séries ou filmes,

 “Ao Mestre com Carinho, Minha Família é uma bagunça” e outros.

No último citado são dois meninos negros que são adotados por um viúvo milionário

e que tem uma filha, loura estilo no Hollywood.

É possível quando existe vontade política para isso.

Portanto, é necessário e importante que todos: aqueles direta ou indiretamente,

ligado ao processo educativo, ou não, pai, tio, mãe, irmão, seja quem for pensar

 se esse tipo de novela contribui positivamente para a formação do jovem.

Pior, ainda, é que nas nossas novelas o malvado só perde no último capítulo e;

 até lá nossos jovens já assistiram a todo tipo de malvadeza perpetrado pelo vilão,

ai o mal já está instalado, ou seja, o vírus da negatividade baixou no celebro dos jovens.

Certamente que seria loucura afirmar que o que digo não é tudo verdade,

há uma dose de hipérbole, a fim de levar você a refletir. Inicie discordando do meu pensamento,

ao menos vamos pensar na tv.

A propósito, sugiro que você assista ao programa na TVE-Bahia (não sei o horário),

 ou na TV Câmara, todo sábado de 9h às 10h; ou

 TV Nacional de Brasília, as sextas a noite a partir das 18h.

 

MENUS

REFLEXÃO

>[NOSSAS AULAS] _[ ENCONTRE TUDO]_FOTOS]_[APROVADOS]_ [VOLTAR] <<



Categoria: CONVERSANDO COM PROFESSOR
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 16h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FÉLIX JOAQUIM DE MORAES

 

 

ATENÇÃO ALUNO DO

FÉLIX JOAQUIM DE MORAES

PUBLIQUE ABAIXO SEU COMENTÁRIO,

CONFORME INSTRUÇÕES.

PRAZO PARA POSTAGEM AQUI

, pela internet., 23horas.

Apresentar o currículo dia, na escola, 

 - Quarta-feira, até 21h.

VOLTAR [ AQUI ]

 



Categoria: EXERCÍCIO
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 15h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




COLÉGIO ESTADUAL FRANCISCO DA CONCEIÇÃO MENEZES

ATENÇÃO ALUNO DO COLÉGIO ESTADUAL

 FRANCISCO DA CONCEIÇÃO MENEZES 

PUBLIQUE ABAIXO SEU COMENTÁRIO,

CONFORME INSTRUÇÕES.



Categoria: EXERCÍCIO
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 15h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TEXTO PARA PROVA 7 e 8

Cigarrete Smoking  
 Cigarrete smoking can cause the death of many people annually.
 It affects the heart and the lung and interferes with work performance.
There are many toxic substances a cigarette smoking. These substances can cause cancer.
To stop smoking is difficult for some people but it is not impossible to do
 that. Smoking and pregnancy are incompatible. 
It affects the baby and can occur spontaneous abortion and preterm births.
We have much work to do in helping a frend to stop smoking.
 
Responda com base no texto
1) Retire do texto palavras cognatas
 
2) Que males causa a fumaça do cigarro?
 
3) É difícil ajudar alguém parar de fumar? Relacione sua resposta justificando
 

4) O que o consumo do cigarro pode causar durante o período da gravidez?

[MAIS EXERCÍCIOS COM BASE NO TEXTO] 

VOLTAR [AQUI]

_[NOSSAS AULAS] _[ ENCONTRE TUDO]_[FOTOS]_[APROVADOS]_[VOLTAR]_



Categoria: EXERCÍCIO
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 14h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA PARA NOSSAS AULAS DE INGLÊS - ORAL TRAINING: Mariah Carey - Hero [Lyrics]

TAREFA: Writing training  comprehension.

Você vai assistir ao vídeo e ira cumprir as seguintes metas:

1º Qual o título da melodia?

2º Qual a origem do vídeo?

3º Quem interpreta a música?

4º A música inicia com uma expressão

a) ela não quer ser uma assassina.

b) ela não quer magoar ninguém

c) há um heroi

5º Durante a música ela utiliza alguns pronomes quais são?

6º Qual o tempo verbal predominante na melodia?

a) Simple present tense

b) Present simple

c) a e b estão certas

e) NRA

7º Quais os verbos que ela repete mais de 3 vezes ou mais?

8º Que adjunto adverbial é constantemente citado pela interprete?

9º A propósito, qual a duração do vídeo?

10º O corpo humano é citado em que expressão e qual é, ou quais são? 

11º Finalmente, agora, transcrever a letra de música com base no Karaokê. Simples: vá congelando o vídeo e copiando em seu caderno.

+ EXERCÍCIO AQUI

>[NOSSAS AULAS] _[ ENCONTRE TUDO]_[FOTOS]_[APROVADOS]_ [VOLTAR] <<



Categoria: INFORMAÇÕES
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 10h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




APOSENTADORIA DE PROFESSORA LEOPOLDINA

APOSENTADORIA DE PROFESSORA LEOPOLDINA

HOMENAGEM

LÉO É A QUE ESTÁ COM O MICROFONE: SAUDADES!

 

Professora Leopoldina, certamente, tem como origem a base de Dona Maria Leolpodina Josefa Carolina de Habsburgo que foi arquiduquesa da Áustria, primeira imperatriz-consorte do Brasil e, durante oito dias rainha-consorte de Portugal.  Ela não aceita comparações; nem tão pouco de ser chamada de rainha de nossa escola, como alguns colegas a ela se referem: “rainha”.  E há uma certa razão de ser porque a nossa Leo é altiva, imperiosa e que luta pelos diretos de todos. É uma interlocutora dos mais humildes. Quando um aluno está passado por situação difícil ela organiza uma lista e chama a todos para ajudar.

 

Um nosso aluno cujo pai abandonara o lar, deixando a família totalmente desamparada teve em Leo o conforto amigo. Ela convocou uma reunião, pediu que parássemos e fizéssemos uma oração todos de mãos dadas, pedindo a Deus que abençoasse aquela família e que fizesse aquele pai refletir nos filhos e esposa a fim de retornar par o lar. Além das orações ela organizou uma lista de itens alimentares, higiene e outras necessidades e ela , ainda, pediu a cada professor do Colégio Estadual Francisco da Conceição Meneses, Colégio Roberto Santos 1ª grau (Robertinho) e 2ª grau (Robertão) uma contribuição em dinheiro para ajudar no aluguel.

 

 Foi com o empenho dessa majestosa mulher que a família foi inscrita em órgão de governo e organização não governamental para ajudar aquela família. No campo jurídico orientou e acompanhou a mãe para que o pai cumprisse o seu dever e desse os direitos do filho. Fatos entre vários que mostram como pensava e pensa esta rainha devotada para a educação, principalmente dos mais necessitados.

 

Leopoldina tinha o hábito de chamar os pais dos alunos com dificuldades para as falas, na conversa ela orientava os pais como acompanhar os filhos; ao mesmo tempo em que no dia de folga dava banca, na escola, a aqueles com grandes dificuldades. Era interessante ver Leo fazendo banca com os alunos e antes das bancas com aquela voz angelical e potente ao mesmo tempo ela dizia: “meu filho (ou minha filha) você não vai conseguir nada na sua vida assim. `Agente` pra vencer na vida precisa estudar. Painho e mainha  não têm herança para deixar. A única são os estudos, logo vamos orar e pedir a papai do seu que nos ajude a aprender  e sermos homens e mulheres de bem, meus filhos”. O carinho das palavras a mansidão de sua voz encantou, encanta e continuará encantando cada um de seus eternos alunos.

Seja como for denominada Leopoldina é uma grande educadora, mentora, professora, docente. Não importa o termo, o que conta é o seu papel como uma pessoa que sabe a importância da educação para a juventude.

Uma professora nascida em terras mineiras e que veio para a capital baiana desde a juventude. Aqui aprendeu como diz ela: “o jeito baiano: de viver, de fazer amigos, de ser Cortez com as pessoas, de ser sincero, acolhedor”; e complementa: “até o jeito de cozinhar e aliada à cozinha mineira”.

 

Léo ensina matemática como quem ensina um ritmo musical, procura sempre uma maneira inovadora e carinhosa de tornar os números mais lúdicos de tal forma que seja fácil de aprender. Uma educadora que luta por uma educação de qualidade, que considera ser a educação a única herança para os menos afortunados.

 

Saiba, Leo, Que você é o exemplo para todos nos educadores. Seja sempre Feliz e volte sempre para nos visitar.

>[NOSSAS AULAS] _[ ENCONTRE TUDO]_[FOTOS]_ [APROVADOS]_ [VOLTAR] <<



Categoria: INFORMAÇÕES
Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 10h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A CULPA É DO PROFESSOR, PARTE 1

-

A CULPA NÃO É DO PROFESSOR. ELE TAMBÉM É VÍTIMA.

É fato comum no Brasil procurar bode expiatório. Não, me refiro, aquele bode expiatório: animal separado do rebanho, deixado sozinho a mercê da natureza como parte das cerimônias hebraicas; nem tão pouco ao Dia da Expiação, em Jerusalém, cuja descrição você pode encontrar na Bíblia Sagrada, em Levítico, cap. 16. Não me refiro, portanto, a eles. Refiro-me a uma época, não muito distante, em que os economistas do governo para justificar as altas taxas de inflação, e por tabela o fracasso no combate a inflação, apontavam o chuchu, a batata e até o cigarro como argumento para, tentar, justificar os contínuos e seguidos erros da política econômica.

 

Hoje, por outro lado, o bode expiatório para explicar e acobertar falhas de gestão, e negação de priorização da educação como mola mestra para o crescimento cultural e econômico: é o professor.  A fim, também, de mistificar um falso debate acadêmico são convidados inúmeros olheiros de plantão, que mais fazem visitas nas escolas do que ministrar aulas. Porque existe uma diferença em conversar de escola e de adentrar a uma sala de aula e ensinar. Não é aquele discurso vazio “o professor não ensina, ajuda o aluno a aprender”. Muitos se convencem e se convenceram disso, de ser um professor um mero facilitador, cujo termo ainda está em cada canto das escolas.

 

Tenho pensamento discordante, e quero que provem a min que estou errado. Pois acredito que o professor ensina. Imagine aquela professora que pega a mão do aluno e lhe ensina o movimento de cada letra, visto a dificuldade do aprendiz. Ou quando o professor demonstra os caminhos da solução de uma equação, ou o percurso da reflexão. É claro que tem que haver a outra ponta: o compromisso do aluno com a aprendizagem. Isto porque, o professor não vai obter êxito se  o aprendiz se fechar para o ato de aprender. Não é possível vitória se não houver uma equipe, um grupo buscando o sucesso; mesmo em competições individuais há uma equipe em prol daquele competidor. E a escola não é diferente do mundo real.

 

O fracasso no esporte, para aqueles que têm visão de conjunto, é repartido entre todos e não imputado a um único indivíduo. Concordo se você pensa que uma medalha é entregue a único vencedor. Tudo bem é fato, entretanto o conjunto de atores que auxiliaram no desenho daquela vitória são, do mesmo modo vitoriosos; ou se o contrário a derrota é partilhada por todos. O fanático é que vai, de fora da razão, justificar ou caçar justificativas. No futebol, como exemplo, não é ele quem joga mas os jogadores; entretando a cultura é impor ao técnico o insucesso do time: estaria correto? Se o jogador não consegue captar as orientações do técnico é ele o culpado?

 

No âmbito escolar, a culpa pelo fracasso do aluno é o professor. Mesmo que os governantes não equipem a escola com o mínimo necessário: piloto, papel, livro... Idem para o caso em que a situação nutricional de carência do educando, por conta de alimentação inadequada venha compor a variável negativa na concentração. Situação de miserabilidade familiar em adição falta de merenda na escola, água, banheiros inapropriados, salas imundas, carteiras quebradas, falta de civilidade, sala quentes e sem ventilação; ou ainda, um ventilador fazendo um ruído insuportável. Conjunto de coisas construídas por falta de visão de dirigentes que não priorizam o ensino e aprendizagem como metas. É o professor único anfitrião dos infortúnios educativos? Aqueles que apregoam ao professor como mestre satã das mazelas educativa o fazem por engano ou premeditados?

 

Ou, embarcando na reflexão querem o professor como o bode expiatório,  semelhante ao chuchu, a batata e o cigarro com o objetivo de justificar os altíssimos índices de evasão, repetência, desinteresse, apatia. É o “réu-professor” o eleito por todo tipo de técnico, políticos e curiosos como o criminoso, o responsável único pelos seguidos e costumeiros erros da política educacional da nação. Exemplificando, se o aluno é desinteressado é porque a aula é desinteressante. O professor não traz novidade para a sala, não usa uma roupa de Xuxa, não imita rambo, não se veste como palhaço, ou outra coisa parecida. O profissional de educação precisa requebrar, dar pulos, para que a aula chame a atenção do aluno? E, assim, tornar a aula muito interessante. Concordo com a ludicidade, e inclusivo é interessante visitar o site de professor Anselmo, pois ele trata muito bem o tema. Entretando, voltemos onde paramos quando falava das opiniões que querem atribuir ao professor o insucesso do ensino nacional. Dizem eles que a escola tem computadores, data show, web câmera, tv de 29, mídias e multimídias. E esse "pobre coitado ou coitada" nada faz. Não usa a modernidade com o intuíto de tornar as aulas mais dinâmicas, questionam os visitantes, olheiros das UEs.

[CONTINUAÇÃO AQUI OU BARRA DE ROLAMENTO]



Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 17h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A CULPA É DO PROFESSOR PARTE 2

-

O CULPADADO NÃO É O PROFESSOR. ELE É TAMBÉM VÍTIMA. PARTE 2

Bibliotecas repletas de clássicos, e o professor na mesma, com aquelas aulas expositivas não explorando o potencial do futuro leitor. A propósito, a culpa da falta de leitura é do professor porque ele não ler? Logo, o aluno não é leitor, por única culpa do professor? Certo? Errado! Ora, se isso fosse verdade, então a culpa do Brasil ter uma população de desdentados, seria é claro do dentista. Isto é, com base na premissa anterior do professor ser o culpado pelos males da educação. Em sendo assim, cabe aos dentistas a responsabilidade pelo fato do Brasil ser um país de desdentados. Será que os odontologistas aceitariam uma afirmativa de tal natureza?  Obviamente não.

 

 

Somem-se, ainda, os hospitais superlotados, macas pelos corredores, pacientes no chão, encostados nas paredes, alguns gemendo de dores e implorando por atendimento. Outros aguardando na portaria o maqueiro que demora de chegar, por que precisa colocar um paciente em cadeiras de rodas, a fim de usar essa maca com aquele paciente da portaria, que acabara de chegar. Toda essa sorte de coisa é culpa dos médicos.

 

 

Em de acordo com essa tal lógica da culpabilidade, se como disse a premissa fosse verdadeira; a culpa das estradas esburacadas, cheios de crateras, sem acostamentos, também seria culpa dos engenheiros. Porque os engenheiros não fazem o serviço com amor, não usa a modernidade a fim de tornar o asfaltamento mais dinâmico, diminuindo os acidentes e a velocidade dos carros. E a violência urbana ou rural é culpa da policia porque prendem demais e, com isso, lotam os presídios, delegacias. Revoltam os presos e causando mais violência. Se a polícia prendesse menos, os presídios não estariam lotados. Um absurdo se isso fosse verdade. Ora, o policial ser o culpado pela ação da marginalidade, risível!

 

Absurdo, contra-senso, asneira, de tamanha indignação, é dizer que a culpa da mulher ser estuprada é porque ela veste saia cura provando o homem. Alguém em sã consciência aceitaria isso como verdade? Seria o mesmo que dizer que os bancos são culpados pelos assaltos, porque guardam muito dinheiros nos caixas e cofres, risível. Nenhum banqueiro iria ouvir tamanho absurdo sem uma reação a altura.

 

Em sendo assim, é urgente e necessário se buscar um verdadeiro resgate para a educação nacional. E isso significa investimento. Quando o governo cria cargos, dar reajustes de mais de cem por cento há recurso. Quando é para educação gera gastos, não investimentos. O professor que não é culpado de coisa alguma é tão vítima tão quanto o aluno, pois são eles que passam oito horas em escolas: com sanitários quebrados, carteiras quebradas, salas sujas, sem poder fazer suas necessidades, com falta d’água, insegurança, assaltos, roubos, furtos, ameaças, ataques de gangs, falta de policiamento. Logo, que todos os faladores de ocasião percebam, que quem fazem educação, quem ensina, quem ajuda os jovens a ter perspectiva de uma vida melhor é o professor. Portanto, o professor aquele que lhe ensinou a falar o que você fala hoje merece respeito, e não é o bode expiatório das mazelas criadas e plantas pela elite, cujo único objetivo é faturar doar em quem doer.

[VOLTAR PARA PARTE 1]



Escrito por PROFESSOR WALMIR SANTANA às 17h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Nordeste, Homem, Portuguese, English
Histórico
Categorias
  Todas as Categorias
  EXERCÍCIO
  CONVERSANDO COM PROFESSOR
  INFORMAÇÕES
  CONTEÚDO DAS UNIDADES
  LISTA APROVADOS
Outros sites
  SITES E BLOGS
  ADVERTÊNCIA
  MENU PRINCIPAL
  ALUNO QUE FEZ
  IAT-INST.ANÍSIO TEIXEIRA
  PLANSERV
  SEC. EDUCAÇÃO/Ba
  PORTAL DO SERVIDOR /BA
  HOTMAIL - US
  YAHOO - US
  GOOGLE - HOME
  UOL - HOME
  BOL - HOME
  APROVADOS
  ARQUIVO/HISTÓRICO
  APLB - SINDICATO
  UNIDADES: 1ª,2ª,3ª,4ª
  AVISOS
  DATAS
  DICIONÁRIOS/TEXTOS
  TRABALHOS
  ESTDANTES / ALUNOS
  BBC-APRENDA INGLÊS
  VÍDEOS
  ESTUDAR INGLÊS
  EXERCÍCIOS
  GRAMÁTICA
  HALLOWEEN
  HOMENAGENS
  CADASTRAMENTOS
  PROFESSORES: BLOGs
  CONCURSO PÚBLICO
  EDUCAÇÃO
  PROVAS
  FOTOS
  ESTÁGIO/EMPREGO
  ESTÁGIOS/CIEE
  NOTÍCIAS/JORNAL
  2ª VIA CONTAS
  VESTIBULARES/UNIV.
  EDUCAÇÃO VESTIBULARES
  2ª CHAMADA
  FUTEBOL
  VERBO
  CURSOS
  SITES DE IDIOMAS
  FAZER CURRÍCULO?
  PESQUISA
  ENEN
  SLIDES DAS AULAS
  PROUNI
  PROFESSOR WALMIR 3
  BLOGGER
  EMPREGO
  LDB-EDUCAÇÃO LEI
  RÁDIOS
  SINPRO / BA
  JORNAIS AMÉRICA LATINA
  UNIVERSIDADES
  JORNAIS BRASIL
  JORNAIS: MUNDO
  TVE-BAHIA
  PROF. WALMIR NA TV CÂMARA: O NEGRO NA TV, 3o BLOCO
  VER TV - TV CÃMARA 1 ANO DE PROGRAMA
  INGLÊS ON LINE
  PHRASAL VERB ON LINE
  BLOGs DE INGLÊS
  VER TV - TV CÃMARA
  GABARITO / RESPOSTAS
  VOTAÇÃO/ENQUETES
  RETRÔTV - SITE DE SÉRIES TV
  MÚSICA COMBATE A DENGUE
  CINEMA
  APONTADOR: MAPAS, FOTOS
  EJA
  TEATRO CASTRO ALVES
  CONJUGAR VERBO
  EDUCABAHIA
  SCIELO REVISTA ELETRÔNICA CIENTÍFICA / PORTUGUÊS
  SCIELO REVISTA ELETRÔNICA CIENTÍFICA / VERSÃO INGLÊS
  FTC-EAD
  LDM LIVRARIA MULTICAMPI
  UNIFACS INTERATIVA
  DOCUMENTÁRIOS
  VÍDEOS NA ESCOLA
  SITE MÚSICA EM DEBATE
Votação
  Dê uma nota para meu blog